Como descobrir o tipo de pele da sua cliente

Você sabe qual o tipo de pele da sua cliente? O artigo de hoje vai lhe ajudar a descobrir. Conhecer o tipo de pele da sua cliente é fundamental quando for indicar uma limpeza de pele, um tratamento com argila ou até mesmo vender ou indicar produtos.

TIPOS DE PELE

São no total 5 tipos de pele: normal, oleosa, mista, sensível e seca. Cada uma tem as suas próprias características e requerem cuidados bem diferentes. Como falei no artigo da semana passada, não dá para usar o mesmo creme da vizinha, fazer o mesmo tratamento da amiga.

PELE NORMAL

Com uma textura fina e uma superfície suave, a pele normal é bem flexível. De todos os tipos de pele é sem dúvida a mais equilibrada e a que apresenta menos problemas, como aparecimento de espinhas por exemplo. Possui um toque macio e os poros não são dilatados, na verdade são bem poucos visíveis.

Quem tem esse tipo de pele pode usar hidratante (creme ou gel), tônico, protetor solar em creme ou gel, sabonete líquido. Pode fazer também esfoliações duas vezes por semana. Beber bastante água para que a pele não resseque é extremamente importante, sem água uma pele normal pode se tornar uma pele seca, além disso a água elimina as toxinas e os radicais livres que são os grandes vilões do envelhecimento da pele. Usar produtos que contém vitamina C são excelentes para prevenir o envelhecimento precoce.

PELE OLEOSA

Devido a vários fatores (genético, hormonal) as glândulas sebáceas nesse tipo de pele produzem uma grande quantidade de óleo.

A pele oleosa apresenta os polos dilatados e escuros devido ao excesso de sebo e das impurezas que vão acumulando dentro dos poros. É um tipo de pele com aspecto gorduroso e brilhante e com muita tendência a cravos e espinhas.

Para esse tipo de pele fugir dos produtos em formato de creme é essencial, o ideal são produtos a base de gel. O adstringente com álcool também não é indicado, porque se a princípio a pele fica seca e limpa, depois o rebote é dobrado, porque a pele reage ficando ainda mais oleosa.

Para lavar o rosto o ideal é água gelada, duas vezes ao dia e não mais que isso. Lavar o rosto diversas vezes ao dia só irá aumentar a oleosidade. Pós facial translucido ajuda no combate a oleosidade, evitando o aspecto oleoso durante o dia.

PELE SECA

Esse tipo de pele requer muito cuidado principalmente porque ela tem a tendência de envelhecer mais rapidamente. Esse tipo de pele descama com frequência, tem menos elasticidade e desenvolve rugas e linhas de expressão com mais facilidade. As pessoas com esse tipo de pele devem usar produtos a base de creme, água termal também é excelente, e sabonete líquido para lavar o rosto, não usar os de barra. Toda pele precisa de água, mas quem tem pele seca deve tomar muita água e comer muitas frutas e vegetais. Se possível umidifique os ambientes e evite o ar condicionado e aquecedores.

PELE SENSÍVEL

É o tipo de pele que se irrita muito facilmente. Muita tendência para descamar e inflamar. Apresenta uma textura muito fina e é bastante sensível ao uso de cosméticos e alteração do clima, principalmente no inverno. Esse tipo de pele exige cuidados dobrados, porque qualquer produto pode dar alergia e vermelhidão.

Quem tem pele sensível deve fugir do adstringente com álcool, deve usar somente produtos dermatologicamente testados e cosméticos hipoalérgicos (como fazemos com a pele das crianças). Água termal também é indicado. Quem tem pele sensível deve evitar o uso de maquiagem no dia a dia, porque a tendência a adquirir dermatite de contato é bem grande.

PELE  MISTA

Uma característica marcante da pele Mista é a famosa zona T (teste, nariz e queixo) oleosa e o restante da pele seca. Ë preciso hidratar essa pele e ao mesmo tempo controlar a oleosidade, e diga-se de passagem, não é uma tarefa fácil. Como hidratar a pele mista sem aumentar oleosidade ou o ressecamento, eis a questão. Para quem tem pele mista a hidratação e a ação secante devem andar lado a lado. Evitar adstringente em excesso e produtos cremosos.

Quer se tornar uma esteticista de sucesso e ter uma carreira para chamar de sua? CLIQUE AQUI

 

 

 

COMPARTILHE ESTE ARTIGO

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on whatsapp
Share on telegram

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *